segunda-feira, 12 de maio de 2008

De tal Mãe tal filho da mãe...........

Bom fui no super mercado(na verdade foram 4) e vi diversas mãe com seus filhos, normalmente as crianças mais pequenas são deixadas dentro do carrinhos de compras, e ai no descuido muitas mães deixam seu carrinho meio que obstaculizando , ai a gente tem que fazer de ladinho o carrinho e passar, bom ai 1º carrinho uma menininha bem calminha eu boto mão no carrinho ai ela diz "Oi"mas um "Oi" bem fofinho que coisa fofa logo depois percebo que a mãe dela era uma moça jovem e que tratava a filha com muito carinho, segundo carrinho que encontro e com um menino um tanto sujinho boto a mão eis que sai uma frase de mano "sai da ae owwww" putz não demora em aparecer a mãe com uma roupa de jogador de basquete e um bone virado de lado e falando na linguagem de mano para outro filho....aham simm depois continuei vendo as criancinhas tem umas que vão no setor de brinquedos que mexem coisa e tal e quando vem o pai vão na maior calma, agora tem outras que seguram no brinquedo, e fazem o maior escândalo ai também o que percebo que dependendo a forma como se chega na criança. Normalmente chegam umas mães bem doces e pegam o filho e vão embora e a criança nem reclama....agora outras já chegam falando alto "esse brinquedo nem vou compra" ai já deixa a criança teimosa e responde na mesmo timbre de voz no qual se "berrou"
isto e uma breve analise do dia a dia espero tenham gostado........

4 comentários:

medicina disse...

kkk
legal a diferença das crianças...pivete malinha da pow ne!
flws!

natália disse...

oii carlos..td bem? foi mal na demora em responder sobre o meme..eu tava viajando...
mtoo obrigada...vou postar agora no blog! ^^
bjos

Teste disse...

Oi...
está aí uma verdade.
As crianças são espelhos da forma de tratamento e educação que recebem dos pais e pessoas próximas!
E infelizmente, muitas delas vêm ao mundo por pais ainda não estão preparados para educar outra "pessoinha"...

Musashi-san disse...

Gostei do seu post, me inspirou a comentar algo que me veio à mente enquanto o lia.
o link é esse aqui "A fruta nunca cai longe do pé"