segunda-feira, 17 de março de 2008

Cuide seus dentes................

Nossa que título diferente, bom como alguns já sabem sou estudante de odontologia, então estou por dentro do preços dos materiais, assim como os procedimentos, o que tenho a dizer, e que cuide seus dentes, se não tem amor próprio, então vamos dar a motivos econômicos, a maioria dos procedimentos involucram procedimentos e materiais caros, fora que muito paciente aparece num estado de avançado de dano aos seus dentes, isso complica mais as coisas, e mais ainda os cuidados, e bom ir ao dentista, mas para ver se seus dentes estão tudo em ordem, agora não pense que examinar seus dentes e fácil. Leva tempo e boa observação e inclusive em certos o uso do raios X e necessário. E ainda tem povo que aparece no consultório e pede orçamento. Tem gente se achando carro, como assim orçamento??? ou seja a gente se da o trabalho de ver que rolos tem esse paciente na boca o que quando bem feito leva um bom tempo e o uso de espelho, abaixador de língua, toca, luvas, mascara e ate raios X, então tudo isso custa, e ainda bem com essa historia de orçamento. Se fosse carro ate que passava, mais dentista não e mecânico de carro( a quem ame mais seu carro que si próprio afeeee).materiais não descartáveis são esterilizados e isso também seu custo. Isto e uma reflexão sobre uma profissão, mas pode acreditar que todas as profissões tem seus custos, e merecem ser respeitadas, entre elas a classe dos professores, já que seus salários não tão altos e passam bastante tempo trabalhando, e de brinde tem que atura os filhos dos outros que não estar sequer educados...o qual e f.....
refletir de vez em quando e bom, respeito também........

Um comentário:

M.M. disse...

Muito interessante saber da situações peculiares do meio odontoclínico hehe. De fato, nenhum ramo escapa de "figuras" que acham que o profissional é mágico ou faz milagres. No meio jurídico, por exemplo, não há quem nunca tenha escutado "Dotô, pede pro Juiz andar mais rápido com o processo", "Dotô, desculpa tá ligando essa hora da noite, mas é que eu trabalho de dia..." (e a gente não né? kkk) ou quando querem nos fazer de psicólogos, apartadores de brigas familiares (aí acaba sobrando bifa pra quem mesmo? kkk), etc...

Foi excelente ter tocado na situação da classe dos professores (sem esquecer das outras) , pois é evidente o sacrifício desses profissionais que se desgastam mais psicologicamente que fisicamente encarando a insensibilidade de alunos que não enchergam que o mal que fazem é para si próprios, e enfrentam essa "matéria" além do previsto em seu plano de aula, esperando o despertar das pessoas para o tesouro maior das próximas gerações: a educação.